Páginas

sábado, 10 de março de 2012

Bondes em Piracicaba

   O sistema de bondes em Piracicaba foi inaugurado em 1916 e encerrado em 1969.

   Segundo o Departamento Nacional de Estatística, 1993, e o IBGE, Anuário Estatístico do Brasil, 1945, a evolução do número de passageiros transportados por bones em Piracicaba assim estava configurada
   1930 - 707 mil passagens
   1931 - 951 mil passagens
   1932 - 918 mil passagens
   1945 - 2 milhões 997 mil passagens

   A história dos bondes, assim se resume

   1890 - Em 17 de outubro, foi concedido pelo governo do Estado de São Paulo privilégio, por 50 anos, a Luís Vicente de Sousa Queirós para a construção de uma linha de bondes, por tração animal ou a vapor ligando Piracicaba a Limeira.
   1915 - Aprovação dos contratos de concessão para exploração do serviço de bondes por 30 anos
   1916 - No dia 15 de janeiro, inauguração da primeira linha de bonde elétrico
   1921 - Inauguração do ramal entre a Estação Ferroviária da Sorocabana e a Vila Rezende, atravessando o Rio Piracicaba
   1930 - O sistema possuía 7 quilômetroces, incluso desvios e linhas duplas e três bondes elétricos, transportando passageiros que adquiriram 707 mil bilhetes

Um comentário:

Anônimo disse...

Vc sabia que o Rio Tiete era só até chegar em Barra Bonita? Em Barra Bonita o Rio Tiete entrava com suas aguas no Rio Piracicaba e assim o Rio dali para frente deveria ser chamado de RIO PIRACICABA, mas os velhos mapeadores hidrografico não sabia disso. Existe uma foto numa antiga revista de circulou, não sei precisar se era Manchete, Cruzeiro ou Fatos & Fotos que tinha tal foto aérea e o Rio Tiete era afluente do Rio Piracicaba, porem com a construção da barragem de Barra Bonita, não é possível provar mais nada, mas que o Rio Piracicaba deveria ser chamado até o seu desemboque no Rio Paraná, isso deveria sim ser considerado. Ainda há tempo de corrigir um erro em mapas fluviais. Fale e disse. Jair Caipiracicabano